�REA RESTRITA
 
 
10/01/2009
Um chamado s ACMs sobre os conflitos em GAZA
 
 
Não existem fotos cadastrados
 
« Voltar
 
Traduo do chamado das ACMs presentes na regio do conflito.

Alerta de Ao para Gaza

Quebre o silncio e atue para parar o massacre em Gaza.

Da mesma forma como o mundo celebra o natal e d boas vindas ao ano novo, Israel bombardeia Gaza como o mais violento e mortfero ataque areo desde 1967 matando mais de 388 pessoas dentre elas aproximadamente 46 crianas e 16 mulheres, ferindo outros 1750.  

Os oficiais israelenses anunciam que este apenas o comeo de algo pior que est por vir.

Desde a ocupao de West Bank e Gaza em 1967, os palestinos tem presenciado assassinatos dirios, sofrimento, falta de suprimentos demolies de casas a o mundo parece estar cego para as atrocidades da mais longa e terrvel ocupao,um holocausto, da histria contempornea.

Israel quebrou todos os acordos e lana ataques sobre Gaza, justificando a matana de 388 pessoas como retaliao por dois israelenses mortos por foguetes palestinos. Desde sbado, os foguetes israelenses tm golpeado locais vitais, incluindo farmcias, hospitais, mesquitas, universidades, casas de civis e at o uma base de polcia onde um grupo estava sendo graduado. Embora Israel anuncie que terminou sua ocupao de Gaza, contudo desde o comeo de 2007, Gaza esteve sob o cerco, com todas as fronteiras fechadas. 

exceo de alguns dias aleatrios, a eletricidade foi cortada diversas vezes, por semanas, assim como gs, e a entrada de suprimentos alimentares foi negada de forma a potencializar um desastre mdico e humanitrio srio.

As agncias de ajuda humanitria denunciam: O cerco em curso na faixa de Gaza ocasionou destruio de estruturas para atendimento mdico que so incapazes de suprir as necessidades das centenas de pessoas. Isso tende a fazer crescer o nmero de mortos. De acordo com oficiais israelenses, apenas o comeo de uma ofensiva militar aberta em Gaza.

imperativo que a comunidade internacional no se cale diante os movimentos de Israel que levam a uma situao de impunidade.

Ns conclamamos as Naes Unidas a reforar os princpios com os quais foi fundada e tem registrado em seus anais, fazendo valer o inalienvel direito do povo palestino e acabar com a ocupao israelense da Palestina e terras rabes.

As ACF da Palestina e a ACM do Leste de Jerusalm lamenta a morte de civis inocentes e ora para que suas almas descansem em paz e conclama:

1. Que todas as ACMs e ACFs e organizaes parceiras ao redor do mundo organizem viglias de orao com velas em respeito s almas dos mortos inocentes desse conflito.

2. Todas as ACMs e ACFs, e organizaes humanitrias e de direitos humanos, e da mesma forma as organizaes no governamentais e a comunidade internacional advoguem junto aos seus governos para que Israel seja pressionada a parar os ataques que esto massacrando inocentes.

3. Que todas as ACMs e ACFs ao redor do mundo pressionem para que o Conselho de Segurana da ONU realize reunies de emergncia para definies de aes concretas, incluindo a imposio de sanes para que Israel cumpra com as obrigaes previstas nas leis humanitrias internacionais.

4. Apoiar que os lderes polticos israelenses sejam levados a corte internacional em razo dos crimes de guerra que esto cometendo antes que seja tarde e a situao se converta em uma escalada generalizada da violncia.


Publicado em 31 de dezembro de 2008

Conselho Nacional das ACFs da Palestina e ACM do Leste de Jerusalm.

 
 
 
 


contato@ymca.org.br

 

Será um prazer atendê-lo!

 
 
YMCA © Todos os direitos reservados | E-mail: contato@ymca.org.br
Desenvolvimento de sites: GV8 Sites & Sistemas